patologias oculares clínica gamédica - Alfredo Brandão - Guarulhos

 

 

A Clínica Gamédica Oftalmologia em Guarulhos é especializada no diagnóstico de tratamento de todas as doenças oculares. Nosso objetivo é associar tecnologia de ponta, conhecimento científico e relacionamento humano, para proporcionar uma melhor qualidade de vida a nossos clientes.

 

Patologia Ocular,  conheça abaixo quais são:

 

Catarata:

É o nome dado a uma patologia ocular que se caracteriza pela opacificação, normalmente progressiva, do cristalino. Algumas situações, como senilidade, traumatismo ocular, diabetes, uso de corticóides, distúrbios metabólicos e inúmeras outras podem provocar a catarata. Nenhum colírio ou remédio demonstram capacidade de curar, ou mesmo impedir a sua evolução.  O seu tratamento é possível apenas com a realização de procedimento cirúrgico.

 

Córnea:

 É um tecido transparente e avascular, anterior ao globo ocular. A córnea age como uma “janela” refringente, através da qual passam os raios luminosos em direção à retina. No entanto, a córnea pode apresentar patologias que necessitam de tratamentos adequados, tais como distrofias, degeneração, traumas com perfuração, queimadura por ácidos, edema corneano pós cirúrgico, entre outras.

 

Estrabismo:

 É uma patologia ocular que consiste no desalinhamento dos olhos. Decorre de anomalias na função dos músculos oculares. O tratamento visa corrigir essas alterações no alinhamento dos olhos e pode ser dividido em clínico ou cirúrgico. Ele busca não somente a correção motora, com adequado posicionamento dos olhos, mas a recuperação da visão binocular. A importância da precocidade do diagnóstico e do tratamento deve-se ao fato de que o desalinhamento ocular, até a idade de 7 anos, levará a criança a um déficit visual irreversível posteriormente.

 

Glaucoma:

É uma condição patológica em que se observa perda de fibras da retina e do nervo óptico, provocada por um aumento da pressão intraocular. Existem duas formas mais frequentes. A primeira é o Glaucoma Agudo, que se caracteriza por aumento da pressão intraocular abruptamente, causando forte dor ocular acompanhada de cefaleia e, em algumas vezes, de vômitos. Acarreta perda irreversível de visão rapidamente, por isso deve ser tratamento imediato. A segunda é o Glaucoma Crônico, que apresenta moderada elevação na pressão intraocular, normalmente sem sintomas. É uma doença que cega silenciosamente. O tratamento é usualmente realizado com o emprego de colírios. Nos casos mais resistentes, pode se utilizar o laser ou procedimento cirúrgico.

 

Plástica Ocular:

Por se tratar de um órgão exposto, o olho e pálpebras são importante na estética facial do paciente. Diversas são as técnicas para a correção das patologias que causam danos estéticos e fisiológicos. Entre eles, podemos citar ptose palpebral, traumas, tumores e etc.

 

patologias oculares clínica gamédica - Alfredo Brandão - Guarulhos

 

Retina:

É uma membrana transparentes e fina que reveste parte da face interna da parede do globo ocular. Ela é composta por milhares de fibras nervosas que vêm do cérebro e é responsável por receber a luz sob a forma de raios (estímulos físicos) que são captados e convertidos em estímulos nervosos, e então enviados ao cérebro através dos mediadores químicos (estímulos químicos). As opções de tratamento das patologias da retina são inúmeras, dependendo do tipo e da necessidade do tratamento ser aplicado. É importante ressaltar que pacientes diabéticos, hipertensos e alto-míopes devem fazer avaliações retinianas mais frequentes, pois tem um índice de complicação maior que os pacientes normais.

 

Úvea:

Definimos como uveíte toda inflamação intraocular, comprometendo total ou parcialmente a íris, o corpo ciliar e a coróide, com envolvimento frequente do vítreo, retina e vasos sanguíneos. As uveítes tem causas diversas e muitas vezes são secundárias a doenças sistêmicas. O paciente portador de uveíte merece uma atenção especial do oftalmologista, com conhecimento em outras especialidades, para fazer um tratamento adequado.

 

Vias Lacrimais:

Obstruções das vias lacrimais. As principais faixas etárias são: recém-nascidos (até 4 meses de idade) e idosos. O tratamento consiste em:

-Crianças: massagem sobre canal lacrimal podendo c chegar, apesar de raro, em procedimento cirúrgico.

-Idosos: desobstrução do canal lacrimal podendo chegar à intervenção cirúrgica.

 

Miopia:

É a deficiência na qual os raios de luz são focalizados antes de atingir a retina. O míope enxerga bem os objetos próximos e, quando tenta focalizar algo mais afastado, procura forçar a vista na tentativa de melhorar a visão. Por isso, para enxergar um ponto mais distante, o míope aperta os olhos. A miopia mais comum é a axial, que se caracteriza pelo olho ser maior que o normal.

 

Hipermetropia:

 É a condição oposta à miopia, em que os raios de luz são focalizados após a retina. A hipermetropia mais comum é a axial, que se caracteriza justamente pelo olho ser menor do que o normal. O hipermetrope vê melhor os objetos distantes. Quem tem este problema adquire o hábito de colocar o jornal a certa distância para conseguir ler.

 

Astigmatismo:

É uma deficiência que tem origem na relação diferencial dos raios de luz. A córnea de um astigmata apresenta diferentes raios em sua curvatura. Em lugar de um ponto focal ( que é condição normal), existem dois, e por isso a pessoa não consegue focalizar simultaneamente, num mesmo plano, tudo o que vê. Por isso tem uma visão confusa. O astigmata tem dor de cabeça, dores no globo ocular, sensação de peso e queimação nos olhos.

 

Presbiopia:

É a perda da capacidade do cristalino de se acomodar para que possamos ler ou ver objetos de perto, também conhecida como “Vista Cansada”. Ocorre a partir dos 40 anos e pode piorar até os 60 anos.

 

E você, está sofrendo com alguma dessas patologias? Consulte já com um especialista!

 

Conheça também sobre a cirurgia a Laser.